Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

ECOS DE REGRESSÃO

 

 

 

 

AS NOVAS CRUZADAS?

 

Quero acreditar que em Cova do Barroso estamos perante um caso isolado e que padres e armas não são relacionáveis, a menos que haja claro, uma boa desculpa.  

Trinta anos ao serviço de uma comunidade a um ritmo silencioso lá onde Judas deixou as botas e sempre com a Igreja cheia de fiéis, o Padre Fernando Guerra de repente vê-se rodeado de alarido e a braços com uma acusação de posse ilegal e tráfico de armas.

Levado a tribunal (por elementos da GNR encapuçados) em alto aparato policial mediatizado por tudo quanto foi canal e papel, saíu em liberdade com termo de identidade e residência alegando que o arsenal que tinha em casa se destinava á caça.

Sem querer especular, ao que parece tinha também dois copinchas que, pelo toda a gente viu na TV e a julgar pelo aspecto inofensivo de "bom criminoso" (digo eu) que  exibiam, pareciam não fazer mal a uma mosca.

 

Acho por bem esperarmos pelo apuramento da verdade e deixarmos que a justiça faça o seu trabalho, pois o padre de apelido belicista continua com a Igreja cheia de fiéis sobretudo ao domingo que por sinal, até é dia de caça.

 

Só nos resta saber se estamos ou não, perante um membro de uma nova Cruzada que para manter a sua igreja cheia de fiéis, decidiu armar-se até aos dentes, para como em Cruzadas de outrora, dar caça...

 

 

AOS  INFIÉIS!

 

 

 

 

 


publicado por pauloel às 15:31
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De a 2 de Novembro de 2009 às 18:12
Original o post.


De Anónimo a 4 de Dezembro de 2009 às 15:26
Caro Sr.
Será que os padres pedofilos da Irlanda também não teriam a igreja cheia.

O Sr. padre, a rezar missa no Cu de Judas, parece que reza missa no lugar onde nasceu.

De facto ou se vai para a caça ao Domingo de manhã ou se cumpre com o dever que a comunidade espera seja cumprido. Suponho que se o Sr. padre não cumprisse com o dever de rezar a missa ao domingo de manhã há muito que teria deixado de contar com o apoio dos fieis para poder ir à caça nos tempos livres.

Ninguém


Comentar post

Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar

 

Ecos recentes

I BELIEVE I CAN FLY

ECOS DO CONHECIMENTO

ECOS DE INDIFERENÇA

ECOS DE MUDANÇA

ECOS DE INCERTEZA

ECOS DE PRESSENTIMENTO

ECOS DE REGRESSO

ECOS DE DESCONTRAÇÂO

ECOS AO OUVIDO

ECOS DE DESPEDIDA

ECOS DA CRIANÇADA

ECOS DE EFICÁCIA

ECOS DE CALOR

ECOS DA NATUREZA

ECOS DE FÉ

DIA INTERNACIONAL DA MULH...

ECOS DE BAIX0 NÍVEL

ECOS DE PARVOÍCE

ECOS DE COMÉRCIO

ECOS DO ASTRO REI

Ecos recentes

I BELIEVE I CAN FLY

ECOS DO CONHECIMENTO

ECOS DE INDIFERENÇA

ECOS DE MUDANÇA

ECOS DE INCERTEZA

ECOS DE PRESSENTIMENTO

ECOS DE REGRESSO

ECOS DE DESCONTRAÇÂO

ECOS AO OUVIDO

ECOS DE DESPEDIDA

ECOS DA CRIANÇADA

ECOS DE EFICÁCIA

ECOS DE CALOR

ECOS DA NATUREZA

ECOS DE FÉ

DIA INTERNACIONAL DA MULH...

ECOS DE BAIX0 NÍVEL

ECOS DE PARVOÍCE

ECOS DE COMÉRCIO

ECOS DO ASTRO REI

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 10 seguidores

tags

todas as tags

SAPO Blogs