Sexta-feira, 21 de Maio de 2010

ECOS DE CALOR

 

OU SERÃO TAMBÉM ECOS DE CRISE?

 

Por toda a parte se vê cada vez mais desflorestação do nosso rectângulo plantado á beira-mar. O nosso muito querido D. Dinis, procupando-se já na sua época com as nossas necessidades e bem estar, mandou plantar o pinhal de Leiria e fez com que muitas gerações que lhe sucederam fizessem o mesmo.

O acto de grande nobreza de plantar uma árvore que demora sessenta ou setenta anos a crescer pensando não em si, mas nos seus descendentes, fez dos nossos antepassados grandes homens, não só do ponto de vista altroísta, como também do ponto de vista ecológico "muito á frente ", se nos situarmos duzentos anos para trás. 

Vender a madeira do pinhal que o " meu avô deixou" porque os tempos estão díficeis e até precisamos todos de uns trocos, passou a ser um lugar comum nos nossos dias, pelo menos que o digam os comerciantes de madeira. 

Estas desflorestações em época de crise estão a fazer subir as temperaturas e a provocar um maior aquecimento dos dias de Verão. O efeito de cortina provocado pela existência destas árvores antes do corte  permite o arrefecimento do ar e a consequente baixa na temperatura do mesmo.  

No entanto o problema não fica por aqui. As grandes manchas de pinhal foram cortadas, a madeira foi vendida, o dinheiro foi gasto, o terreno ganha mato e silvas, e nunca mais ninguém se preocupa em fazer o repovoamento das árvores.

Será porque necessitam de muitos anos para crescer para  poderem vir a dar lucro de novo, ou o egoísmo vai ao ponto de não nos preocuparmos com os nossos descendentes, com a herança ecológica que lhes deveríamos deixar, ou até mesmo com o Planeta?  

 

Está e faz muito calor, não é? muita gente ainda se interroga:

 

Porque será?

 

A resposta é só uma - " Andamos a dar cabo disto tudo"

 

 


publicado por pauloel às 13:58
link do post | comentar | favorito

Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar

 

Ecos recentes

I BELIEVE I CAN FLY

ECOS DO CONHECIMENTO

ECOS DE INDIFERENÇA

ECOS DE MUDANÇA

ECOS DE INCERTEZA

ECOS DE PRESSENTIMENTO

ECOS DE REGRESSO

ECOS DE DESCONTRAÇÂO

ECOS AO OUVIDO

ECOS DE DESPEDIDA

ECOS DA CRIANÇADA

ECOS DE EFICÁCIA

ECOS DE CALOR

ECOS DA NATUREZA

ECOS DE FÉ

DIA INTERNACIONAL DA MULH...

ECOS DE BAIX0 NÍVEL

ECOS DE PARVOÍCE

ECOS DE COMÉRCIO

ECOS DO ASTRO REI

Ecos recentes

I BELIEVE I CAN FLY

ECOS DO CONHECIMENTO

ECOS DE INDIFERENÇA

ECOS DE MUDANÇA

ECOS DE INCERTEZA

ECOS DE PRESSENTIMENTO

ECOS DE REGRESSO

ECOS DE DESCONTRAÇÂO

ECOS AO OUVIDO

ECOS DE DESPEDIDA

ECOS DA CRIANÇADA

ECOS DE EFICÁCIA

ECOS DE CALOR

ECOS DA NATUREZA

ECOS DE FÉ

DIA INTERNACIONAL DA MULH...

ECOS DE BAIX0 NÍVEL

ECOS DE PARVOÍCE

ECOS DE COMÉRCIO

ECOS DO ASTRO REI

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 10 seguidores

tags

todas as tags

SAPO Blogs