Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009

ECOS DE FAZ DE CONTA

 foto: pauloel 

 

 

HISTÓRIAS DE ENCANTAR
Todos nós gostámos de ouvir histórias, e de uma forma ou de outra, fazer parte do seu imaginário, elas atravessam  fronteiras, e as suas personagens correm mundo.
As histórias têm cheiros, cores, sabores, densidades e emoções. As histórias não são apenas processos mentais de desenvolvimento intelectual, mas uma fábrica de sentidos e experiências. As histórias funcionam como catalisadores da imaginação típica da infância, sem quaisquer fronteiras.
Numa sociedade marcada pelo lazer passivo da televisão, das consolas e dos computadores,  pelo sedentarismo dos blocos de  apartamentos, pelas ruas inundadas de gente, pela ausência de brincadeiras ao ar livre, as histórias de encantar têm uma forte vertente pedagógica e são um passaporte livre para o mundo dos mais pequenos, e para todos os processos formativos característicos da idade, (formação da personalidade, a construção de regras e valores, o desenvolvimento cognitivo, motor e sócio/emocional).
As histórias levam-nos a experimentar emoções, a ensaiar posturas, a identificarmo-nos com personagens, heróis e situações, a seguir exemplos, a sonhar com mundos  diferentes daquele que conhecemos, e a perceber, que apesar da realidade ser diferente, tudo poderia ser bem pior.
Histórias são pontes, são laços entre o narrador e o ouvinte, entre o real e o imaginário, entre o passado, o presente e o futuro. Histórias são elos que se constroem e reconstroem entre seres humanos, num processo sem fim.
Contos de fadas, super-heróis, histórias de bichos e fábulas são uma porta de entrada para o mundo da fantasia, e também uma porta de saída para a vida real. Oferecem exemplos de modelos e papéis que, desde a infância, facilitam a nossa relação com o mundo.
As histórias trazem-nos conhecimentos e experiências acumuladas por sucessivas gerações. São naturalmente marcantes e eternizadas para sempre…
Todos nós sabemos que “ a avó do Capuchinho Vermelho estava doente e já era velhinha” no entanto nunca se ouviu falar do seu funeral, e o Lobo apesar de muito, muito velho...
 
ainda continua a ser Mau!  
 

 


publicado por pauloel às 14:10
link do post | comentar | favorito

Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar

 

Ecos recentes

ECOS DE FAZ DE CONTA

Ecos recentes

ECOS DE FAZ DE CONTA

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 10 seguidores

tags

todas as tags

SAPO Blogs